Celino Cunha Vieira - Associação Portuguesa José Marti / Cubainformación.- Um dos sectores mais importantes para a economia cubana é o do turismo, que continua a apresentar resultados muito positivos de ano para ano, quer no número de visitantes, quer nas receitas financeiras, fruto dos investimentos que têm sido feitos e da maior oferta nos vários pólos turísticos, a par da melhoria de qualidade e diversidade dos serviços. 


No corrente ano de 2013, de Janeiro a Outubro, já entraram no país mais de 2 milhões de visitantes provenientes na sua maioria do Canadá, Reino Unido, Alemanha, Argentina e Itália, sendo esperado que com o decorrer da temporada alta se ultrapasse a cifra dos 3 milhões até final do ano, superando-se assim os números do ano anterior.

Novos países emissores têm apostado em Cuba e já estão a chegar turistas oriundos do Brasil, China e Dinamarca em voos directos para Varadero, onde existem mais de 50 Hotéis espalhados pelos 20 quilómetros de praias de águas transparentes e de areias finas. 

Devido à falta de um voo directo os portugueses têm viajado menos para este destino, mas estima-se que em 2014 seja retomada a frequência semanal entre Lisboa e Varadero, proporcionando assim uma maior facilidade a todos aqueles que desejem conhecer um país que sabe receber bem quem o visita e onde qualquer turista pode circular livremente com total segurança. 

E não se pense que Cuba é apenas um destino de praia, pois a sua história, cultura, fauna e flora, entre outros, são atractivos mais que suficientes para uma estadia que pode agradar aos mais variados gostos e requintes. As cidades coloniais com uma arquitectura riquíssima, os campos verdejantes cultivados de cana-de-açúcar ou de tabaco, os rios e as cascatas refrescantes, a saborosa gastronomia crioula ou simplesmente as cores e os odores tão variados que se sentem a cada momento, podem constituir experiências únicas que jamais serão esquecidas. 

Mas se tudo isto é importante, nada se pode comparar a um povo alegre, hospitaleiro e amigo que está sempre pronto e solidário com o próximo, fazendo até sacrifícios pessoais para agradar e para mostrar a realidade em que vive, com dificuldades sim, mas com toda a dignidade de quem tem de lutar diariamente contra as adversidades que surgem. 

Com o aproximar de Dezembro preparam-se já os festejos para a noite de Ano Novo, onde a tradição junta família e amigos até altas horas da madrugada num fraterno convívio de partilha de desejos para os próximos 365 dias, com a esperança renovada de que sejam melhores que os anteriores.

La Columna
Celino Cunha Vieira - Associação Portuguesa José Marti / Cubainformación.- Por ocasião do 90.º aniversário do Comandante-em-Chefe Fidel Castro, não tive oportunidade de escrever e de lhe endere&cc...
Celino Cunha Vieira - Associação Portuguesa José Marti / Cubainformación.- Cumpriu-se no passado dia 26 de Julho o 68.º aniversário sobre os assaltos ao Quartel Moncada em Santiago de Cuba e ao Quartel Carlos M...
Celino Cunha Vieira - Associação Portuguesa José Marti / Cubainformación.- Passa exactamente a 15 de Maio, o 66.º aniversário sobre a libertação do Presídio Modelo na Isla de Pinos - actual...
Lo último
La Columna
Aplicado alumno
Gerardo Moyá Noguera*.- Dice Última Hora diario que más de 100 personas han sido ejecutadas en lo que va de año 2024, en el reino de Arabia Saudí. ¿Y si se tratara de Cuba? En Cuba, país dónde e...
La Revista