Celino Cunha Vieira - Associação Portuguesa José Marti / Cubainformación.- Mais uma vez estou em Cuba onde vim acompanhar um grupo de portugueses interessados em participar na grande festa que é o 1.º de Maio, os quais, representando o país, se juntaram às centenas de milhar de cubanos que desfilaram perante o Memorial José Marti na Praça da Revolução. 


Assistir e participar na grande festa do Dia Internacional dos Trabalhadores que anualmente tem lugar em Cuba é um privilégio que alguns portugueses já tiveram oportunidade de concretizar, ficando a imensa saudade dessa jornada, única em todo o mundo, onde ao contrário de outras latitudes, todos se manifestam com alegria no apoio aos seus governantes, ao sistema social e à Revolução. 

Curiosamente, a grande maioria dos participantes enverga por tradição roupa nas cores vermelha, azul ou branca, as cores da bandeira nacional, como símbolo do seu patriotismo e amor à terra que os viu nascer, emprestando assim um colorido de conjunto que se confunde com as imensas bandeiras, tarjas e cartazes que envergam, com destaque especial para a libertação dos heróis cubanos que ainda se encontram presos nos EUA por combaterem o terrorismo. 

Como esta viagem não se poderia reduzir apenas ao desfile, foi traçado um intenso programa de carácter social onde fosse possível ficar a conhecer um pouco melhor a história e as condições reais do país, visitando para além de Havana Velha, considerada Património da Humanidade pela UNESCO e de alguns museus, uma cooperativa agrícola, um médico de família, uma policlínica e um lar de idosos, assim como também encontros num Comité de Defesa da Revolução, no Instituto Cubano de Amizade com os Povos e na Federação dos Estudantes Universitários. 

Mas uma surpresa estava reservada, quando depararam com a estátua de Camões numa praça bem cêntrica junto ao legendário Hotel Ambos Mundos, onde residiu Hemingway e a poucos metros da Casa de Infusões que recorda a presença em Cuba de Eça de Quirós. Este monumento, que passará a fazer parte do roteiro turístico, foi inaugurada no passado dia 24 de Abril pelo Secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros de Portugal, Luís Campos Ferreira, que se deslocou a Cuba em visita oficial para assinar um memorando de entendimento, com vista ao estabelecimento de consultas políticas regulares entre os dois países. 

A semana está a chegar ao fim e tal como sucedeu com outros visitantes anteriores, estes vão ficar com o desejo de voltar a Cuba, regressando a Portugal com alguma nostalgia, mas também mais enriquecidos no aspecto do conhecimento de uma realidade bem diferente daquela que a propaganda mafiosa quer fazer passar.

La Columna
Celino Cunha Vieira - Associação Portuguesa José Marti / Cubainformación.- Por ocasião do 90.º aniversário do Comandante-em-Chefe Fidel Castro, não tive oportunidade de escrever e de lhe endere&cc...
Celino Cunha Vieira - Associação Portuguesa José Marti / Cubainformación.- Cumpriu-se no passado dia 26 de Julho o 68.º aniversário sobre os assaltos ao Quartel Moncada em Santiago de Cuba e ao Quartel Carlos M...
Celino Cunha Vieira - Associação Portuguesa José Marti / Cubainformación.- Passa exactamente a 15 de Maio, o 66.º aniversário sobre a libertação do Presídio Modelo na Isla de Pinos - actual...
Lo último
Comienza en Cuba temporada teatral
Canal Caribe Alterno.- El  jueves 20 de junio, Teatro El Publico inicia una temporada de la obra Réquiem Por Yarini, obra de Carlos Felipe, En esta ocasión con una nueva propuesta bajo la dirección del Premio Nacio...
Ver / Leer más
La Columna
La Revista