Celino Cunha Vieira - Associação Portuguesa José Marti / Cubainformación.- Um dos locais visitados pelo grupo que acompanhei recentemente a Cuba foi o antigo Convento de Nossa Senhora de Belém, edificação que data dos finais do século XVII ocupando uma área de 12.000 m2 e que desde 1704 teve variadíssimas utilizações, até que em 1992 um violento incêndio afectou importantes zonas da igreja e dos claustros, acabando por ser abandonado e com o tempo, aumentando a sua degradação. 


Em 1994 a edificação passou para a posse do Gabinete do Historiador de Habana, a que preside Eusébio Leal, iniciando-se de imediato as obras de reconstrução de acordo com um programa elaborado por especialistas, desenvolvendo-se actualmente projectos de cariz humanitário com vista à diminuição ou até resolução dos problemas que se apresentam aos idosos, às crianças, aos jovens deficientes físicos e psíquicos, ou a qualquer cidadão da comunidade que necessite da instituição. 

Nestas instalações funciona um Centro de Dia onde os mais idosos desenvolvem actividades lúdicas e de valorização pessoal, usufruindo do refeitório, centro médico e de enfermagem, área de fisioterapia e reabilitação, gabinete de oftalmologia e optometria, farmácia e zonas de mero lazer. Uma outra ala do Convento está reservada para os utentes que pela sua condição de isolamento familiar necessitam de pernoitar, para além de existir ainda uma zona exclusiva e devidamente apetrechada para os cuidados especiais que requerem os doentes de Alzheimer. 

Como instituição de carácter social dependente da Direcção de Assuntos Humanitários, o Convento de Belém possui também um Infantário onde as crianças de tenra idade passam o dia enquanto os seus familiares se ocupam das tarefas profissionais a que estão ligados, estando projectado um centro para crianças com deficiências motoras e psíquicas. 

E tudo isto gratuitamente, sendo os custos suportados pelo Gabinete do Historiador, que para além do permanente e grande investimento na recuperação de todo o Centro Histórico, considerado pela UNESCO Património Cultural da Humanidade desde 1982, tem também a preocupação com os aspectos sociais, numa obra de louvar e digna de ser apreciada, onde o grupo pôde livremente confraternizar com os utentes, trocando opiniões e comprovando o bom trabalho que ali se realiza diariamente. 

Havana Velha, com os seus restaurantes e hotéis de charme da empresa Habaguanex, os seus espaços culturais e galerias de arte, as suas ruas e praças emblemáticas ladeadas por edifícios de estilo colonial está cada vez mais harmoniosa, constituindo um autêntico museu a céu aberto onde os visitantes se sentem bem e integrados numa cidade com mais de 500 anos de existência.

La Columna
Celino Cunha Vieira - Associação Portuguesa José Marti / Cubainformación.- Por ocasião do 90.º aniversário do Comandante-em-Chefe Fidel Castro, não tive oportunidade de escrever e de lhe endere&cc...
Celino Cunha Vieira - Associação Portuguesa José Marti / Cubainformación.- Cumpriu-se no passado dia 26 de Julho o 68.º aniversário sobre os assaltos ao Quartel Moncada em Santiago de Cuba e ao Quartel Carlos M...
Celino Cunha Vieira - Associação Portuguesa José Marti / Cubainformación.- Passa exactamente a 15 de Maio, o 66.º aniversário sobre a libertação do Presídio Modelo na Isla de Pinos - actual...
Lo último
Comienza en Cuba temporada teatral
Canal Caribe Alterno.- El  jueves 20 de junio, Teatro El Publico inicia una temporada de la obra Réquiem Por Yarini, obra de Carlos Felipe, En esta ocasión con una nueva propuesta bajo la dirección del Premio Nacio...
Ver / Leer más
La Columna
La Revista